Portal da Maturidade

Tudo sobre Maturidade, por Mariúza Pelloso Lima

O peregrino e seu cajado

Deixe um comentário

Papa_Maturidade          Peregrinar é a experiência de deixar de ser quem você se esforça para ser e se transformar naquilo que você é.

          A peregrinação consta de viajar, não como uma atividade turística, mas como uma experiência espiritual, solitária, reflexiva, onde nos afastamos do nosso cotidiano, nossos hábitos, e como reagimos ao nosso caminhar.

          Essa proposta independe de dinheiro, mas de coragem. É um viajar sagrado! E muitas coisas acontecem nesse percurso.

          Você viaja para um lugar diferente, sem proteção a que você está acostumado. No início, isso dá medo, mas com o passar dos dias você se acostuma e começa a entender as outras tantas coisas que estão por trás dos muros que rodeiam sua vida.

          A solidão começa a incomodar, e então você se abre para conversar com outros viajantes, com garçons, empregados das pousadas, habitantes dos locais que está conhecendo, algo que talvez não fizesse na correria do dia a dia.

          Você passa a “depender” dos outros para muitas coisas: conseguir um hotel, comprar algo, saber como tomar um ônibus, como solicitar as refeições.

          Você estará provavelmente usando um dinheiro cujo valor não sabe, falando um idioma que não compreende, caminhando por ruas pelas quais nunca passou antes.

          Diante desses novos desafios, você se descobre como alguém aventureiro, aberto para o mundo e para experiências novas.

          Como enfrentar esses novos desafios?

          O cajado é um grande apoio que você pode utilizar nesse momento, não só fisicamente, mas como um apoio das suas habilidades, valores que você quer aprofundar ou modificar. O cajado é o seu lado espiritual, dirigindo-o, apontando sempre a direção norte para entusiasmá-lo, dando-lhe forças e coragem para seguir a caminhada.

          Começa então a grande aprendizagem: ressignificar o que é supérfluo, importante e essencial na sua vida. E os desapegos se iniciam.

          São raras as pessoas que conseguem entender o mundo sem sair de suas casas, de suas cidades.

          Recentemente, tivemos em nosso país a Jornada Mundial da Juventude com a visita do Papa Francisco no Rio de Janeiro. Todos os peregrinos em busca de um reavivamento de sua fé.

          O Papa Francisco, em sua primeira peregrinação internacional, mostrou-nos a simplicidade e a humildade como Caminho para se chegar à Sabedoria e a Cristo.

          Os peregrinos de várias nações e todo o povo brasileiro tiveram oportunidades de pequenos momentos de reflexões sobre o seu caminhar pela vida. O que você está contruindo? Quais as pegadas que vai deixar no mundo quando olhar para trás? Partilha amor, solidariedade? Tem compaixão pelos mais necessitados? O que tem feito pessoal, social, profissional ou espiritualmente para melhorar o mundo?

          Com a volta do Papa Francisco à Itália, começa a verdadeira peregrinação. Como você vai andar mais consciente dos seus atos, e dar o melhor de si nessa jornada terrestre, ao lado dos seus irmãos?

 

“Vivemos com o que recebemos,

mas marcamos a vida

com o que damos”.

(Winston Churchill)

 

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s