Portal da Maturidade

Tudo sobre Maturidade, por Mariúza Pelloso Lima

A importância de saber cuidar – Dar vida à uma vida!

Deixe um comentário

Cuidar_Maturidade          Será que você é um cuidador e nunca parou para pensar nisso?

          Acredito que desde muito cedo cuidamos de alguém: de um irmão pequeno, dos filhos, e com o passar do tempo, do esposo(a), dos pais ou de algum familiar que necessite de sua atenção.

          Cuidar significa dar atenção, dedicação, carinho, como também encargos e responsabilidades. É oferecer seus talentos ao outro em forma de serviço. É uma tarefa que vai além dos cuidados com o corpo físico.

          Por trás da pessoa cuidada, devido a uma doença, ou limitações advindas de fatalidades, há uma história de vida, seus sentimentos e suas emoções, a que o cuidador deverá estar atento.

          Exige-se preparo para essa tarefa, pois é necessário compreender qual tipo de ajuda a pessoa requer: necessita continuamente de outra pessoa ou de algum equipamento? Até quando ela precisa de ajuda? A sua incapacidade está relacionada a todas ou a algumas atividades?

          Cuidar é perceber a outra pessoa como ela é, suas preferências, seus gestos e falas, suas dores e limitações. Dessa forma, o cuidador pode atendê-la na sua maneira de ser, levando em consideração as sua particularidades e necessidades.

          O cuidador é aquele que observa e identifica o que a pessoa cuidada pode fazer por si; avalia as condições e, assim, consegue ajudá-la a fazer as atividades. Não é fazer tudo pela pessoa, mas estimulá-la para conquistar sua autonomia, mesmo que seja em minúsculas tarefas. Isso requer tempo e paciência.

          A pessoa a ser cuidada, geralmente, fica totalmente dependente do cuidador.

          Há cuidadores profissionais e cuidadores familiares , ambos com qualidades especiais, demonstradas pelo amor à humanidade, pela doação, pela compaixão, sendo os primeiros remunerados, e os outros sem remuneração.

          Nem todas as pessoas conseguem exercer a função de cuidador, por mais que tenham amor para doar, sejam carinhosas e pacientes. É uma arte de dedicação, de zelo e de saber dar vida à vida do outro.

          O cuidador é aquele que leva ânimo e esperança para a pessoa cuidada, ensinando-a a viver o agora, da melhor forma possível, dentro das suas possibilidades. É aquele que a ajuda a sentir, querer e abençoar a vida.

“Cuidar é um exercício constante de amor e compaixão, sem o qual nos tornamos meros executores de normas pré-estabelecidas, que nos orientam, mas são insuficientes diante dos enigmas do ser humanos”.

(Sandra G. Greven)

Sugestão de leitura:

Um olhar para o cuidado do idoso

Grupo Vida – Brasil

1ª Edição – 2012

Editora Palavra ao Mundo

(Livrarias Saraiva)

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s