Portal da Maturidade

Tudo sobre Maturidade, por Mariúza Pelloso Lima


3 Comentários

A Yoga na Maturidade

Yoga_Maturidade          A yoga é uma especialidade que une ensinamentos espirituais com respiração, meditação, por meio de posturas físicas,  para nos ajudar a encontrar nossa força e nossa paz interior.

          Fui exercitá-la há poucos anos por insistência de um filho. Eu estava em um período de mudanças, praticamente deixando de lecionar, ansiosa, cansada, e, como sempre,  num ritmo muito acelerado.

          Quão bem me fez conhecê-la!

          Nas primeiras aulas, foi um desafio: desacelerar!!! Até que aos poucos, fui gostando de me sentir mais calma, mais confiante na vida e com uma respiração mais profunda.

          No início e no final da aula, ao som de músicas suaves, temos uns minutos para relaxar nosso corpo físico, nos preparando para os exercícios respiratórios e posturais que vêm a seguir.

          Aprendi que o importante é o nosso autoconhecimento. Cada um no seu limite, sem se preocupar quantas vezes repetimos a seqüência, mas fazendo-a com calma, deixando a mente se esvaziar, vivendo o aqui-agora, para receber o fluxo das energias.          

          Fazemos alongamentos imitando os animais, e cada qual, tem uma serventia diferente; posturas de equilíbrio, como a do Guerrreiro. E uma das mais importantes é a seqüência da Saudação do Sol, onde sentimos uma enorme vitalidade se espalhando pelos nosso corpos.

          Sempre há uma leitura pela professora enquanto repousamos, para nos estimular a viver bem, em paz conosco.

          Em algumas aulas há momentos de meditação induzida, e depois partilhamos as experiências vivenciadas.

          Geralmente saio das aulas com tranquilidade, confiante na vida e com pensamentos positivos para solucionar todos os desafios do cotidiano.

          A yoga na maturidade me trouxe um equilíbrio interno intenso. Está me auxiliando a trilhar o caminho natural da existência sem pressa, valorizando cada momento vivido, as pequenas coisas do dia-a-dia, onde repousa a felicidade.


3 Comentários

Botão ou Flor? … Primavera!

Botao_Maturidade

“E chegou o dia em que o risco de continuar apertado num botão ficou mais doloroso do que o risco de desabrochar.”

Anaïs Nin

 

          Esperamos ansiosamente a chegada da primavera!

          Acordamos e vemos tudo mais colorido. Parece ser um passe de mágica, apesar de não ser bem assim. As árvores se vestem majestosamente de amarelo, vermelho, múltiplas cores; os jardins se ornamentam para receber nossos olhares admirados e as flores, além de suas belezas, muitas vezes exóticas, exalam seus perfumes inigualáveis! Mas houve um trabalho silencioso anteriormente, para que todas essas belezas surgissem.

          Tudo para nos alegrar,para nos deixar felizes!

          Uma cornucópia cheia de flores, simbolizando amor e abundância é voltada sobre a Terra na entrada da primavera. É o presente de Grande Mãe Natureza para seus filhos. A chuva desce e rega a terra para que as sementes cresçam, se abram e floresçam nessa época.

          E como respondemos a todo esse Amor?

          Que semente(s) vamos plantar em nós mesmos, para florescer ainda nessa primavera?

          Amor? Companheirismo? Serenidade? Paciência? Paz? Saúde? Alegria? Desapego? Compaixão? Tolerância? Solidariedade? Perdão? Auto-perdão?

          Nossa vida e nossa felicidade são muito importantes.

          Para que não percamos de vista essa semente que escolhemos, vou dar uma dica: plantemos uma muda pequenina de alguma erva medicinal ou flor, e vamos cuidando dela todos os dias, regando-a, conversando com ela, como se fosse a qualidade que queiramos que floresça em nós. Vamos fazer de tudo que estiver ao nosso alcance para que essa mudinha cresça e se transforme numa bela planta.

          Muitas foram as primaveras que já passamos encerradas em um botão, mas vamos fazer dessa primavera de 2013, uma primavera especial, sem medo de desabrochar.