Portal da Maturidade

Tudo sobre Maturidade, por Mariúza Pelloso Lima


Deixe um comentário

Projeto Leituras: O Médico Jesus


O medico Jesus Maturidade 

O Médico Jesus

José Carlos De Lucca

Nobel continental shopping

Você é seu remédio

“Viver sem amor, compaixão ou qualquer outro valor espiritual cria um estado de desequilíbrio tão grave que todas as células anseiam por corrigi-lo. Em última análise, é isso que existe por trás do início da doença.”

Dr. Deepak Chopra

          É um livro escrito em linguagem simples e envolvente, com ensinamentos do Dr. Bezerra de Menezes, psicografados por Dr. José Carlos De Lucca.

          Inclui muitos estudos da Medicina Psicossomática, demonstrando como os sentimentos e emoções em desequilíbrio nos causam doenças e como nosso comportamento diante das doenças pode retardar o processo de cura.

“Cada página um remédio, cada lição uma cirurgia interior realizada com o bisturi do amor”.

          Em cada capítulo entenderemos que :

  • a dor e o sofrimento nos remetem à busca da cura do corpo e da alma;
  • que o verdadeiro perdão nos liberta;
  • que a caridade nos afasta da depressão e da apatia;
  • que a paz e a serenidade são conquistas do dia-a-dia, alcançadas com a prática da paciência, da alteridade e da compreensão;
  • e que a alegria e o sorriso fazem parte da nossa cura.

          Nos mostra que a doença de agora foi construída ao longo de muito tempo. Portanto, a cura também precisa de tempo para se estabelecer, e esse tempo é mais ou menos proporcional à assimilação das lições que a enfermidade nos trouxe.

          Paciência é remédio!

“Aceite total e completamente o que acontecer a você para que possa apreciar e aprender, e depois relaxar”. (Deepak Chopra)

          Um trecho da Oração a Jesus:

“Querido Mestre, ampara-me para que jamais me falte esperança na cura e a paciência para suportar as dores do momento.

Divino Terapeuta, ajuda-me a não me sentir um pobre coitado e não me inclinar à autopiedade, pois isso seria o que de pior poderia me acontecer.

Sustenta-me para que, sem desprezar a ajuda dos médicos da Terra, eu encontre em mim os canais da cura, pois se fui capaz de criar minhas doenças, tenho também todas as condições de recuperar a saúde….”

Anúncios


3 Comentários

A Escada dos Medos e do Desejos

Escada_Medo_Maturidade

Relativity – M. C. Escher

          Nós evoluímos através do desejo e do medo. Não há medo sem desejo escondido e não há desejo que não traga consigo um medo. O medo e o desejo estão sempre ligados.

          Temos medo do que desejamos e desejamos o que nos faz medo.

          Vamos imaginar nossa vida como uma escada. Estamos sempre subindo novos degraus, como uma representação de uma nova etapa, que nos traz um novo nível de consciência. Nossa visão se amplia conforme vamos subindo nessa escada.

          Algumas vezes paramos em algum degrau, voltamos para outros, sem cessar, e descobrimos que existem vários níveis de consciência. E em cada nível nós sentiremos medo e desejo. Medo de não conseguir, de fracassar, de não atingir o objetivo que tanto desejamos para nós. E sentimos que nos paralisamos em um degrau e nem tentamos outros.

          Para que consigamos caminhar na estrada da nossa vida é preciso soltar as amarras que nos prende: nossos medos, que , muitas vezes inconscientes, atuam nas nossas posturas, nas nossas emoções.

          Não é preciso ter medo de ter medo. O medo é normal e o fato de aceitá-lo já o torna menos poderoso. São muitos os medos que se manifestam em nós. Na maturidade, podemos citar alguns, como:

  • medo das doenças degenerativas: Alzheimer, Parkinson.
  • medo da demência.
  • medo de perdas de entes queridos.
  • medo de perder a autonomia física, financeira.
  • medo de não ser amado, de não ser acolhido e protegido.
  • medo de ser abandonado, da solidão.
  • medo de perder a virilidade.
  • medo de depressão.
  • medo de não saber lidar com as encruzilhadas da vida: aposentadoria (perda de status, às vezes de identidade e de rebaixamento financeiro), doenças como câncer, artrose, diabetes, cardiovasculares.
  • medo da morte.
  • medo de se arriscar.

          Esses medos que afloram na maturidade são advindos de todas as experiências vividas ao longa da vida, muitos remanescentes da infância, sufocados, mal resolvidos, inconscientes, como também devido a relacionamentos familiares conflitivos, ou perdas muito significativas.

          Há também os medos dos estigmas da velhice, reforçados pela nossa sociedade: a passagem da maturidade para a velhice como um caminho para a morte, doenças e solidão. E os novos medos, que estão surgindo de uma longevidade alcançada: como viver até os 100 anos com qualidade de vida? Como conviver com diferentes gerações e diferentes paradigmas culturais e sociais?

          Como podemos fazer para que nossos desejos sejam mais fortes do que nossos medos? Como alimentarmos e fortalecermos esses desejos para que nos impulsionem e não nos deixem desistir de nossos sonhos?

          Para isso, trabalhar com os medos na maturidade é ter oportunidade de evoluir mental, emocional e espiritualmente, elevando cada vez mais o nosso nível de consciência.

          Participar da Gerontologia Educacional é uma possibilidade para as pessoas na maturidade encontrarem soluções mais saudáveis e adequadas para conseguirem a vitória dos desejos sobre os medos, para viverem com bem menos medo das sombras que envolvem a maturidade.